A nossa história

A empresa, fundada por Giulio Carlotti em 1956, tratava inicialmente da construção de redes, cercas e portões de arame. A produção foi então deslocada para a construção de escadas de colheita de fruta, enfardadeiras e espalhadores de fertilizantes. Contudo, foi em 1965 que Giulio Carlotti, ferreiro e empresário, construiu o primeiro escavador de batatas semi-automático, o modelo RAPID 1, tornando a sua empresa conhecida em toda a Itália. Ao longo do tempo, as necessidades crescentes dos agricultores levaram ao desenvolvimento de técnicas de colheita cada vez mais sofisticadas: apesar disso, a empresa nunca esqueceu a importância de salvaguardar a integridade do produto final, desenvolvendo máquinas com funcionamento não agressivo, particularmente adequadas para a colheita de produtos macios. De uma pequena oficina a uma importante realidade industrial: esta é a história de Carlotti G. & C.

O percurso

1965

O primeiro escavador de batatas é concebido e criado pelo fundador da empresa, Giulio Carlotti: o modelo chama-se RAPID 1.

1975

As técnicas de colheita da batata e da cebola continuaram a evoluir. As necessidades crescentes dos agricultores exigiam uma mecanização mais avançada: a primeira ceifeira semi-automática de batatas foi assim construída, tornando o CARLOTTI conhecido em toda a Itália.

1982

Giulio Carlotti mudou o seu negócio para uma fábrica industrial e começou a exportar os seus produtos para toda a Europa.

1996

No final dos anos 90, a empresa passou para as mãos de Giampaolo e Claudio, filho e neto de Giulio, respectivamente. Durante este período, foram produzidas as primeiras colhedoras de batatas da série SPRING.

2007

Em 2007, a gama foi ainda reforçada com a introdução da ceifeira-debulhadora SPRING 750/35.

2021

Ao longo dos seus anos de actividade, a CARLOTTI GC especializou-se na produção de máquinas de colheita para pequenas e médias explorações agrícolas; um processo realizado com a máxima atenção à protecção do produto.

Onde operamos

Hoje em dia, a nossa rede de vendas em constante evolução não cobre apenas todo o território italiano, mas também diferentes países europeus (França, Espanha, Portugal, Alemanha, Áustria, Suíça, Hungria, Roménia, Bulgária, Grécia, Malta, Croácia) e extra-europeus, como a Tunísia, Marrocos, Canadá, Austrália e Índia.